Consultoria em Acústica

Imagina um escritório com excelente conforto acústico e com espaços para reuniões com o máximo de privacidade. E quanto a uma sala de cinema, teatros ou auditórios onde o som é nítido, limpo e sem reberveração. Tudo isso é possível!

Um ponto fundamental discutido nos projetos arquitetônicos atualmente é o tratamento acústico. O ruído esta presente constantemente me nossas vidas e em muitos casos prejudicam não apenas a saúde, mas também o desempenho em diversas ocasiões – seja na escola, seja no escritório, seja quando nos divertimos.

Pensando nisso, percebe-se a crescente busca pela arquitetura para os ouvidos e não somente para os olhos, ou seja, os arquitetos passam a pensar em um projeto no âmbito global e não apenas em sua aparência.

A Artesana Engenharia acreditando que um projeto pode soar tão bem quanto aparentar – melhorando assim a qualidade de vida, a saúde e bem-estar – passa a contar com um departamento específico de acústica. Com profissionais altamente qualificados a fim de encontrar soluções e desenvolver projetos com as mais altas complexidades.

 

O que é acústica?

A acústica é o segmento da física que interpreta o comportamento das ondas sonoras audíveis frente aos diversos fenômenos ondulatórios, resumidamente podemos dizer que este ramo estuda o som. Busca analisar a qualidade da propagação dos sons em um determinado ambiente do ponto de vista da percepção do ouvinte e ela depende exclusivamente da intensidade e da relação temporal entre o som direto e o indireto refletido pelas paredes do ambiente.

A falta de qualidade acústica de um ambiente interfere diretamente na captação do que se é transmitido e, consequentemente, no que se esta sendo compreendido. Muitas vezes este problema é causado pela existência de um fenômeno chamado ruído. Por mais imperceptível que possa ser o ruído é bastante prejudicial à nossa saúde, causando stress, irritabilidade e diversos outros malefícios, podendo até chegar a causar a surdez.

Existem outros fenômenos que interferem na compreensão de uma fala ou um som em um ambiente tornando a ininteligível, como: a Reverberação (o prolongamento do som mesmo depois que a sua emissão é interrompida); o Eco (som refletido que produz uma repetição distinta do som original); e Persistência Auditiva (tempo que leva para deixarmos de perceber um som). Uma solução que tenha dado certo em um determinado cômodo, não necessariamente também será a adequada a outro. Saber identificar exatamente a causa do ruído, seja lá ele qual for, é essencial para garantir a eficácia de um projeto.

 

Palavra de quem entende

A acústica passa a ser um problema mundial, uma vez que a cada dia temos uma quantidade maior de ruídos. Com isso surgem diversas ONG que buscam disseminar os malefícios que este fenômeno nos causam. Dentre elas está o TED (Technology, Entertainment, Design) que é uma organização sem fins lucrativos norte americana dedicada disseminara ideias, de forma rápida, com palestras poderosas de até 18 minutos. O TED começou 1984 como uma conferência que tratava da convergência da tecnologia, entretenimento e projeto. Hoje a aborda quase todos os tópicos – de ciência passando pelos negócios para as questões globais – em mais de 100 línguas diferentes. No vídeo baixo extraído da conferência TED oficial de 2012, o consultor de acústica, Julian Treasure, fala de como o som nos afeta fisiologicamente, psicologicamente, cognitivamente e comportamentalmente. Abordando a necessidade do uso da “arquitetura invisível” nos projetos, ou seja, de como arquitetos devem pensar em um projeto no âmbito global e não apenas em sua aparência. Um projeto pode sim soar tão bem quanto aparentar, visando melhorar a nossa qualidade de vida, a nossa saúde e bem-estar, o nosso comportamento social e nossa produtividade.